21° C
min 11° | máx 22°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Clique
13:00 às 14:59 - Tarde Total
Apresentação
Lucimar Stefany

Notícias

Anvisa lista 140 "medicamentos emagrecedores" proibidos; veja quais são

09/03/2022

.:: anvisa_lista_140_e34medicamentos_emagrecedorese34_proibidos_veja_quais_sao_55783_1_pt_040735.png ::.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária listou cerca de 140 produtos similares a “chás para emagrecimento” e outros supostos medicamentos para perda de peso que estão suspensos no Brasil. O levantamento cobre o período de 2020 até fevereiro de 2022. Confira a lista completa abaixo.

Neste período, foram publicadas mais de 60 medidas preventivas e/ou cautelares de produtos similares ao "50 Ervas", utilizado pela enfermeira Edmara Silva Abreu, que morreu no início de fevereiro depois do corpo rejeitar um transplante de fígado – o órgão ficou sobrecarregado pelo uso do suposto "chá natural".

A Anvisa ainda informou que, em 2021, “a área de fiscalização de medicamentos, insumos farmacêuticos, produtos para a saúde, saneantes, alimentos, cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumes, concluiu mais de 2.500 dossiês de investigação sanitária” e publicou mais de 700 medidas preventivas e/ou cautelares.  

Entre os anos de 2020 e 2021, foram publicadas 315 medidas preventivas e/ou cautelares específicas para produtos comercializados como medicamentos sem registro.. “As medidas incluem ações de recolhimento, apreensão, inutilização e proibição (de armazenamento, comercialização, distribuição, fabricação, importação, manipulação, propaganda e do uso)”, de acordo com a nota.  

Casos recentes

Nos últimos meses, o debate sobre remédios emagrecedores, ainda que vendidos como "naturais", voltaram a ser pauta na sociedade. Em fevereiro, a enfermeira Edmara Silva Abreu, de 42 anos, morreu depois de seu corpo ter rejeitado um fígado transplantado -- que só foi necessário após o diagnóstico de hepatite fulminante, motivada pelo uso recorrente de um "chá milagroso" de 50 ervas para emagrecimento. No caso de Edmara, o composto era consumido sem prescrição médica.  

Novos detalhes da morte precoce da cantora Paulinha Abelha, do Calcinha Preta, que aconteceu no dia 23 de fevereiro, também despertou olhares para o assunto: o resultado do exame toxicológico e de uma biópsia indicam sobrecarga do fígado, o que pode indicar um abuso desses "emagrecedores". 

Um receituário, assinado por uma nutróloga, indica o consumo de 7 medicamentos ou fórmulas -- que somam 18 substâncias diferentes – pela artista. Além de drogas alopáticas, a lista era composta por "extratos de plantas" e fitoterápicos que tinham como função regular humor, sono e apetite. 

Em nota, a Anvisa disse que iniciou recentemente um projeto-piloto, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que está monitorando produtos vendidos irregularmente em plataformas E-commerce brasileiras. 

“Desde o início do projeto, em dezembro de 2021, a Anvisa já identificou 14 mil potenciais irregularidades e foram emitidas 11 mil notificações de takedown (solicitação de retirada desses anúncios) aos responsáveis por plataformas eletrônicas”, finaliza a Agência. 

Confira a lista completa 

Fonte: Band.