20° C
min 17° | máx 25°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Notícias

Natal e Réveillon devem gerar 565 mil vagas temporárias em todo país

22/10/2021

.:: natal_e_reveillon_devem_gerar_565_mil_vagas_temporarias_em_todo_pais_54224_1_pt_040209.png ::.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

 

Cerca de 565 mil vagas temporárias devem ser abertas até o fim de 2021. Segundo a Associação Brasileira do Trabalho Temporário nos meses de outubro, novembro e dezembro, por conta das festas de Natal e Réveillon, há um número maior de vagas temporárias abertas para atender a demanda crescente.

A previsão de abertura de vagas neste ano supera em quase 100 mil oportunidades a mais do que no mesmo período do ano passado.

Com o comércio um pouco mais aquecido e a proximidade de datas importantes para as vendas no varejo como a Black Friday e o Natal, quem está em busca de um emprego deve ficar atento.

Na Bahia, de acordo com o SineBahia, órgão que divulga as oportunidades de trabalho no estado, a expectativa é de um crescimento de 30% no número de vagas.

Ariana Costa é diretora administrativa de uma rede de lojas de eletrodomésticos que deve contratar 80 funcionários em todo o estado até dezembro.

“A gente está acreditando muito nesse final de ano e, por isso, a gente está aumentando o quadro de lojas. A gente abriu mais de 80 vagas, a gente contratou RH externo para fazer esse trabalho com a gente. Então a gente está com 4 empresas, a nossa e mais 3, fazendo esse recrutamento para mais de 80 vendedores.”, afirmou.

Os setores da indústria, serviços e comércio são os que mais vão gerar empregos. O cenário também é resultado do impacto do controle da pandemia, como explica o Superintendente do Sinebahia Marcelo Gavião.

“Isso tem relação com a situação de vida no ano passado. Nesse mesmo período do ano passado a gente tinha shoppings fechados, lojas com funcionamento em horários reduzidos, e isso impactou muito nas contratações. Agora não, agora a gente tem a economia quase toda funcionando na sua plenitude e isso aumentou a expectativa de contratação. ”, aponta.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Lojistas, Paulo Mota, o funcionamento do comércio no horário regular aumento o fluxo de clientes e força os lojistas contratarem mais funcionários.

“Quando a gente cria uma expectativa de crescimento de venda, tem que estar associado a atender melhor o consumidor. Criar condições de conforto, com filas, empacotamento, isso tudo faz com que tenhamos essa preocupação, é por isso que a contratação temporária se faz necessária. ” 

Além da renda que gera durante o período do contrato, o emprego temporário pode se transformar em uma vaga fixa.

Por isso os trabalhadores devem ficar atentos as oportunidades.

FonteBand.