22° C
min 18° | máx 30°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Notícias

Secretário de Saúde ocupa tribuna para explicar cooperação regional

26/09/2019

.:: secretario_de_saude_ocupa_tribuna_para_explicar_cooperacao_regional_40505_1_pt.jpg ::.

Em resposta à convocação feita pelos vereadores, o secretário municipal de Saúde Wandilson Bícego participou da sessão ordinária dessa segunda-feira (23) para prestar esclarecimentos sobre o Termo de Cooperação na área da saúde celebrado entre municípios da microrregião. A expectativa da secretaria é de concluir a formalização do termo ainda este ano, que tem como um dos objetivos o fomento financeiro à Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso. Segundo Wandilson, o processo de cooperação regional surgiu das demandas dos próprios gestores municipais de saúde, que apontavam dificuldades para acesso e compra de serviços de saúde, bem como formalização contratual e repasse de recursos referentes a esses serviços. A microrregião é composta por seis municípios: São Tomás de Aquino, Pratápolis, São Sebastião do Paraíso, Itamogi, Jacuí e Monte Santo, com população estimada em 125.578 habitantes. Através de um termo de Cooperação Preliminar, foram acrescidos os municípios de Juruaia, Bom Jesus da Penha e São Pedro da União, permitindo a diluição do valor do rateio. Além de São Sebastião do Paraíso, outros municípios mineiros também estão trabalhando na cooperação regional da saúde, são eles Divinópolis, Três Pontas, Cataguases, Teófilo Otoni, Caratinga e Formiga. Atualmente, o processo está parado no município paraisense e a expectativa é finalizar o termo de cooperação até 2020. O prestador de serviço, no caso a Santa Casa de Misericórdia, ainda precisa apresentar seus custos e quais os serviços incluídos. Para São Sebastião do Paraíso, o benefício seria de fortalecer os prestadores de serviços de saúde da cidade, recebendo recursos financeiros pelos serviços prestados. Já para os demais municípios, a vantagem é comprar esses serviços de saúde de Paraíso, sem a necessidade de buscá-los em outros locais, como Franca e Passos.

Fonte: Assessoria de Comunicação