31° C
min 20° | máx 36°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Clique
10:06 às 11:29 - Experiência de Deus
Apresentação
Pe. Reginaldo Manzotti

Notícias

Sede Matriz da CNBB é reinaugurada em Brasília após revitalização e modernização do espaço

23/05/2019

.:: conteudo_39454_1.jpg ::.

Após dezoito meses de obras, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reinaugurou a sede matriz, em Brasília. Construído em 1973 e inaugurado em 15 de novembro de 1977, o prédio que abriga todo o aparato administrativo da Conferência, salas de reuniões, acomodação para os bispos e assessores ainda não tinha passado por uma grande reforma estrutural e de modernização. Apenas a capela Nossa Senhora Aparecida foi reformada em 2002, por ocasião dos 50 anos da entidade, e a readaptação do auditório Dom Helder Câmara, dez anos depois.

Segundo o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, a reforma trouxe a modernidade e a tecnologia para a sede.

“É o mesmo prédio e é um outro prédio. Aí que está a criatividade e a beleza do arquiteto, o trabalho de dom Leonardo, que manteve a identidade histórica deste prédio e deu a ele acompanhar o processo de evolução, principalmente no âmbito da tecnologia”, destacou.

Com a obra, as marcantes colunas de concreto na transversal, que moldam a fachada do prédio sede da CNBB continuam as mesmas. Ao conjunto, foram adicionadas duas novas duplas de bases, mas com uma textura diferente daquela que sugere a sobreposição de blocos menores. Ao lado da nova cor e do revestimento de vidro, estas são as primeiras impressões de quem vê o prédio reformado da CNBB, no Setor de Embaixadas Sul.

Soma-se a estas mudanças a ampliação do bloco com duas extensões nas extremidades, o que significou ainda mais robustez e generosidade no espaço que vai abrigar o Secretariado Geral de uma das maiores conferências episcopais do Mundo. O interior do prédio também foi todo modernizado.

A antiga área descoberta do pátio no interior do prédio ganhou uma coberta moderna, com telhas brancas que intercalam um acrílico transparente, o que permite uma boa iluminação. A sede matriz, agora ampliada e reformada, conta com novos espaços. Propostas inéditas ou realocações, novidades que agregam ainda mais valor ao local de serviço à Igreja no Brasil e de trabalho para os colaboradores.

Novos espaços:

Memorial
Com a proposta de expor peças importantes que fazem parte da história da CNBB ou que representam a relevância da instituição na sociedade, como medalhas comemorativas, foi construído um espaço que vai abrigar o Memorial da CNBB. Em toda a extensão da lateral até o fundo voltado para a L2 Sul, estarão dispostos ainda o escritório do Centro de Documentação e Informação, a biblioteca e o arquivo.

Sala de videoconferência
No primeiro piso, próximo ao Departamento Social, um espaço poderá receber cerca de dez pessoas para reuniões e videoconferências.

Lojinha da Edições CNBB
A loja da Edições CNBB estará localizada, após a mudança, no espaço antes conhecido como “castelinho”. Ali funcionou até 2017 a sede da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP). As novas instalações serão mais amplas e com acesso facilitado.

Sala de Imprensa
Para os profissionais de imprensa que visitam a CNBB para cobertura de eventos e entrevistas coletivas, foi montada uma sala externa para os receber. Com pontos de energia, terá capacidade para cerca de 30 jornalistas e está localizada na nova ala direita do prédio, no térreo.

Sala da Assessoria de Imprensa (estúdio)
A sala que abriga a Assessoria de Imprensa foi transferida para a nova ala do prédio e fica na parte superior ao estúdio de rádio e TV, no subsolo. Antes uma pequena sala dentro do escritório da imprensa, o novo estúdio é bastante amplo, com uma sala para armazenamento de equipamentos e uma sala de controle (switch).

Fotos: CNBB/Daniel Flores