21° C
min 17° | máx 29°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Clique
20:00 às 23:59 - Programa com a Mãe Aparecida
Apresentação
Rede Aparecida

Notícias

Olhar para o presépio: Como famílias ensinam aos filhos sentido do Natal

06/12/2018

.:: conteudo_37970_1.jpg ::.

Amor, esperança, alegria, reconciliação… são muitos os sentimentos positivos que se intensificam no coração de cada pessoa com a proximidade do Natal. Uma época aguardada com expectativa pelas famílias, principalmente pelas crianças.

E é neste clima de preparação para o Natal, vivido no tempo do Advento, que muitas famílias católicas aproveitam para ensinar aos filhos e netos o verdadeiro significado desta festa.

Na casa de Fabiana Camargo Guimarães e Fred Antunes Guimarães essa preparação já virou uma tradição de natal e acontece há dez anos, desde o nascimento do primeiro filho. Eles utilizam orações direcionadas, leituras de livros dentro deste tema, a montagem do presépio, pinturas e artesanatos temáticos, além de participar de momentos culturais natalinos.

“A oração da manhã se dá com a liturgia diária. E para cada filho, seleciono leituras conforme a idade: Miguel, que vai completar 10 em dezembro iniciou o livro: ‘Meditações para o Advento e para o Natal’ , escrito por São Tomás de Aquino, que traz uma meditação por dia até a festa de dia de Reis, em fevereiro. Para Davi, de 4 anos são livros ilustrativos narrando a história da ‘Noite Feliz’”, conta Fabiana.

Clima de celebração

Fabiana explica que eles montam a árvore de Natal com música e alegria, mas o maior foco é dado ao presépio. Durante a montagem do presépio, conversam sobre a história de cada personagem, dedicando tempo todos os dias para fazer orações diante dele.

A família também procura assistir apresentações natalinas. “Gosto de visitar locais que tenham teatros do tema. Os Mosteiros Beneditinos costumam apresentar corais, orquestras relacionadas ao tema e todo ano visitamos o de São Bento, em São Paulo”, conta.

Para ela, aproveitar o clima natalino para promover essas iniciativas têm sido frutuoso na vida de sua família. “Natal é a celebração do nascimento do filho único de Deus, o mundo todo se rende e notamos que a atmosfera de confraternização se torna palpável. Aqui [em casa] notamos os frutos de gratidão, de compreensão do próprio valor humano e sobretudo de amor a Deus e devoção à Virgem Santíssima”.

Expectativa para o nascimento de Jesus

Marcelle Cristine Peres Santos e Mozaniel de Souza Santos também fazem essa experiência de se preparar para a chegada do Natal com um espírito de vigilância e alegria, na expectativa do nascimento de Jesus.

A mãe conta que eles explicam ao filho de quase quatro anos, João Paulo, sobre a realidade do amor de Deus que quis enviar Seu filho para salvar a humanidade, com gratidão à Virgem Maria, que disse sim a Deus. 

“Em meio a tantos apelos da mídia, do comércio, das luzes, enfeites, Papai Noel… procuramos mostrar o sentido de tudo isso, o sentido da Alegria que é o Nascimento de Nosso Senhor! Aproveitando sim, o lúdico, a imaginação própria da infância, vamos apresentando a espiritualidade ao mesmo tempo. Contando a verdadeira história do ‘Papai Noel’, o São Nicolau, enfatizando as virtudes e nos propondo a ter atitudes que agradam o coração de Deus neste tempo”, explica Marcelle.

Ela lembra que a família faz questão de montar junta a árvore de Natal e o presépio, e dão livre acesso ao filho para “brincar” com os personagens, mudá-los de lugar na cena, beijar o Menino Jesus na manjedoura. Mas ao mesmo tempo, reservam um momento diário para rezarem juntos.  “Um momento simples, não muito longo, para que nosso filho consiga participar e compreender”, destaca. 

Calendário do Advento

Uma das atividades escolhidas pela família para ajudar o filho na preparação para o Natal foi montar o Calendário do Advento. Marcelle fez um envelope para cada dia do Advento, com uma pequena motivação para ser feita em família.  

“Alguns exemplos das motivações são: ‘ouvirmos a leitura bíblica do anúncio do anjo à Virgem Maria, cantarmos uma música de Nossa Senhora que disse o Sim a Deus, fazer uma oração de agradecimento, pedir o Espírito Santo, compartilhar as guloseimas do dia com um amiguinho, separar brinquedos para doar, refletir sobre a importância das boas ações, como ajudar a quem precisa, obediência, etc. É um momento de muito entusiasmo de nosso filho, que passa o dia esperando a hora de pegar um envelope de nosso calendário do Advento. Encerramos o momento com um versículo bíblico e uma atividade simples de pintura sobre a passagem para fixar a mensagem”, conta a mãe.

Boa semente

Marcelle reconhece a importância de, desde a infância, plantar no coração de seu filho a “boa semente”, de mostrar que Deus faz parte do dia-a-dia e que o Natal é muito mais que Papai Noel e enfeites bonitos.

“Assim promovemos também a união em família e, nós, como pais, também somos levados a refletir sobre o mistério de Jesus, que sendo Rei, nasce na pobreza e nos convida a viver esta simplicidade”, destaca.

Segundo ela, este é o primeiro ano em que a família vive o tempo do Advento de forma mais intensa, pois, por sua idade, o filho consegue compreender e participar de forma mais ativa. Mesmo assim, Marcelle já percebe frutos no comportamento do filho.

“Percebemos os frutos no dia-a-dia, no comportamento do João Paulo, na aproximação enquanto família, na disciplina em termos este momento juntos, na simplicidade que transborda alegria. Tem sido uma benção!”, conclui.

Fonte: Canção Nova