14° C
min 12° | máx 27°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Clique
00:00 às 04:59 - Programa com a Mãe Aparecida
Apresentação
Rede Aparecida

Notícias

Secretário do MEC visita área que abrigará campus da Ufla

14/03/2018

.:: conteudo_35729_1.jpg ::.

O secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), professor Paulo Barone, esteve em São Sebastião do Paraíso na segunda-feira, 12, para conhecer as futuras instalações do campus da Universidade Federal de Lavras (Ufla). Ele, o deputado federal Carlos Melles e o pró-reitor de graduação da Ufla, Ronei Ximenes Martins, foram recepcionados pelo prefeito, Walker Américo Oliveira, no aeroporto municipal e de lá saíram em direção ao Jardim Mediterranèe, onde fica a unidade iniciada do Serviço Social do Comércio (Sesc), que agora abrigará o campus universitário. Uma comitiva formada por secretários municipais, vereadores e assessores percorreu a área de 150 mil m² do Sesc, que já conta com muro, calçamento, rede elétrica e algumas edificações. Barone se surpreendeu com a estrutura do local e agradeceu à cidade por permitir ao MEC pensar o projeto e à Universidade por possibilitar a realização do mesmo. A visita do secretário do MEC marca mais uma importante etapa no trabalho para a viabilização no campus federal em Paraíso, cujo projeto já teve aprovação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e Conselho Universitário (CUNI) da Universidade. A Ufla está classificada como uma das melhores universidades da América Latina e uma das primeiras do Brasil, e esta excelência em ensino superior está vindo com um campus para a região do Sudoeste Mineiro por força de um trabalho que tem amplo respaldo do reitor José Roberto Soares Scolforo. O pró-reitor de Graduação da Ufla disse que o objetivo não é apenas abrir cursos superiores no município, mas, sim, possibilitar o desenvolvimento de uma região com a oferta de cursos específicos. Segundo a direção da Ufla, os investimentos para a estruturação do campus serão de aproximadamente R$ 40 milhões, sendo R$ 27 milhões já garantidos no Orçamento da União deste ano para início das obras e cursos que, a princípio, serão voltados à áreas de engenharia, informática, alta tecnologia e agronegócio.

Fonte: Assessoria de Comunicação