21° C
min 18° | máx 27°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Clique
20:00 às 23:59 - Programa com a Mãe Aparecida
Apresentação
Rede Aparecida

Notícias

Paraíso recebe R$ 2,6 milhões do Ministério da Saúde para a UPA

11/10/2017

.:: conteudo_34333_1.jpg ::.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou no último dia 5 de outubro, o repasse de recursos federais para custear e qualificar os serviços ofertados à população de 46 Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h). Brasileiros de 43 municípios serão beneficiados com a ampliação de assistência na urgência e emergência. São Sebastião do Paraíso está relacionada entre as cidades contempladas e receberá R$ 2,6 milhões para investimentos. Segundo informações do Governo federal as unidades vão receber do Ministério da Saúde R$ 93,2 milhões por ano. Desde 2016, outras 155 passaram a receber contrapartida federal. “A partir de agora, esses municípios poderão contar com o apoio do governo para continuar oferecendo atendimento de qualidade à população. Nessa gestão, todos os pedidos para habilitação de UPAs dos municípios que entregaram a documentação correta foram atendidos. Não existe mais nenhuma solicitação pendente no Ministério”, enfatizou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante coletiva. O secretário de Atenção à Saúde (SAS), do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo esteve em São Sebastião do Paraíso no início de junho quando foi recebido pela diretoria da Santa Casa e também esteve em visita à UPA. Na oportunidade, ele reuniu-se com o prefeito Walker Américo Oliveira e com os deputados Carlos Melles (federal) e Antônio Carlos Arantes (estadual). Também participaram os dez vereadores, secretário municipal de Saúde, Wandilson Bícego e dirigentes do hospital. Durante o encontro, foram feitas uma série de reivindicações em prol da Santa Casa e também da UPA — ambas necessitando de recursos para a manutenção e conclusão das obras. Na sua passagem pela UPA, o secretário Francisco solicitou ao prefeito Walker que encaminhasse documentação ao Ministério. Posteriormente foram liberados recursos de R$ 140 mil para o término das obras da unidade. Em suas idas a Brasília o prefeito e o secretário municipal de Saúde conseguiram também fazer o credenciamento do hospital junto ao governo, possibilitando o recebimento de recursos para a manutenção da unidade. O prefeito Walker Américo destacou que a cidade hoje respira novos ares e que o trabalho de união das lideranças convergem para o bem estar da população. “Esta conquista é fruto da união de forças de todos em prol dos paraisenses”, explica. Ele disse ainda que, desde que assumiu a Prefeitura, muitas já foram as ações realizadas para a melhoria na saúde do município, como a mudança da direção da Santa Casa e a instalação de uma Comissão Interventora, as melhorias na UPA com colocação do padrão de energia elétrica, tampa da caixa d'água, aquisição de equipamentos e medicamentos e obras de infraestrutura. Segundo o deputado federal Carlos Melles, Paraíso está recebendo R$ 7,6 milhões para a UPA e a Santa Casa o que não é obra do acaso. "Nada acontece por acaso. Isso não caiu do céu, foi por força de um trabalho 
político, comprometido com as pessoas que mais precisam da saúde pública", anunciou. Para o deputado Arantes "esta é uma vitória do povo de Paraíso e quem ganha são as pessoas mais necessitadas", acrescenta. Saiba mais — O objetivo das UPAs é prestar atendimento resolutivo e qualificado aos pacientes que estão em situação de urgência e 
emergência, oferecer os primeiros socorros nos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial de cada caso. Desta forma, é possível encaminhar o paciente de forma referenciada aos serviços hospitalares de maior complexidade especializados, reduzindo a superlotação em hospitais 
gerais e prontos socorros. Hoje, 97% dos atendimentos realizados nas unidades têm resolução. Atualmente, existem no país 562 Unidades de Pronto Atendimento 24 horas 
funcionando contando com incentivo federal mensal de R$ 1,7 bilhão para custear os serviços. As unidades tem capacidade de atender a 130 mil  pessoas por dia, atingindo uma cobertura de aproximadamente 50% da população. A capacidade de atendimento estimada em 104 milhões de habitantes. O Ministério da Saúde ainda monitora periodicamente o avanço de novas UPAS, para que comecem efetivamente a funcionar em até 90 dias após a conclusão das obras. Para novas construções, a pasta investiu R$ 1,5 bilhões para 839 unidades. Atualmente 223 UPAS 24 horas estão em obras e já com recursos empenhados. 

Fonte: Assessoria de Imprensa