20° C
min 16° | máx 29°

São Sebastião do Paraiso - MG

(35)3531-2396

Mensagens

O Segredo do Rosário

.:: o_segredo_do_rosario_45559_1_pt.jpg ::.

[…] Nossa Senhora abençoa não somente aqueles que propagam seu Rosário, mas ela recompensa copiosamente a aqueles que com seu exemplo atrai os demais a esta devoção.

Alfonso, Rei de Leon e da Galícia, desejando que todos os seus servos honrassem a Santíssima Virgem rezando o Rosário, colocava um grande Rosário em seu cinto e sempre o usava, mas infelizmente nunca o rezava.
 

Contudo, o fato de usá-Io, motivava a toda a corte a rezá-Io devotamente.

Um dia o rei adoeceu gravemente e quando creram que estava para morrer, ele caiu em êxtase, viu-se a si mesmo perante o trono do julgamento de Nosso SENHOR. Muitos diabos estavam la a acusa-Io de todos os pecados que havia cometido e Nosso SENHOR como Juiz Soberano jé estava para condená-lo ao Inferno, quando Nossa Senhora apareceu a interceder por ele. Ele pediu uma balanga e colocou seus pecados num dos pratos. No outro prato Nossa Senhora colocou o Rosário que ele sempre carregava na cintura, juntamente com todos os Rosários que foram rezados por causa de seu exemplo. Viu-se que os Rosários pesaram mais do que seus pecados.

Ao olha-lo com grande benignidade, Nossa Senhora disse: “Como recompensa por esta pequena honra que você me fez em usar meu rosário, eu obtive uma grande graça de meu FILHO. Sua Vida será prolongada por mais alguns anos. Viva-as sabiamente, e faça penitência.”

Quando o Rei recobrou sua consciência, exclamou: “Bendito seja o Rosário da Santíssima Virgem Maria, pelo qual fui liberto do condenação eterna”.

Apos recuperar a saúde, ele passou o resto de sua Vida a propagar a devoção do Santo Rosário e o rezou fielmente todos os dias.

Os  devotos da Santíssima Virgem Maria devem seguir o exemplo do Rei Alfonso e de muitos santos da igreja para assim atrair outras almas para Confraria do Santo Rosário. Eles receberão grandes graça nesta vida terrena e na Vida eterna… “Aqueles que me tornam conhecida terão a Vida eterna” (Eclo 24,31).

[…] É preciso que esta fé seja viva e animada pela caridade; em outras palavras, a fim de rezar de maneira certa o Rosário, é necessário estar em estado de graça com DEUS, ou pelo menos em sua busca. Esta fé deve ser forte e constante, ou seja, não se espera encontrar na oração do Rosário uma devoção sensível e consolo espiritual; nem mesmo deve-se deixar de rezar se a mente encontrar cheia de distrações involuntárias ou estar a sentir uma estranha sensação na alma de maneira continua, cm uma fadiga opressiva no corpo. Nem gosto, nem consolo, nem suspiros, nem arroubos, nem lagrimas, ou a atenção continua da imaginação são necessários; a fé e boas intenções são bem suficientes. “Basta somente a Fé” (De Pangue Língua).

Em suas aparições, em Fátima e Lourdes, Nossa Senhora pediu insistentemente aos videntes para que rezassem o terço sempre. Ela disse aos pastorinhos, em Fátima, que “não há problema de ordem pessoal, familiar, nacional e internacional, que o santo terço não possa ajudar a resolver”. Por isso, o terço e o rosário tornaram-se orações amadas pelo povo de Deus. O Papa João Paulo II disse que essa era “a sua oração predileta”; sempre o víamos rezando-a.

» O Segredo do Rosário – São Luís Mª de Monfort / Traduzido do inglês por Geraldo Pinto Faria Jr.

Fonte: Vozes da Paz